segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Minha opinião sobre Cinquenta Tons de Cinza


Falar bem de um livro não é fácil, falar mal então é mais difícil ainda, mas deixo claro aqui que essa resenha foi feita baseada somente na minha opinião. Pode ser que você ame o livro na mesma intensidade que eu odiei, pode ser.
Eu conheci Cinquenta tons de cinza através do site do Submarino, em um local de novos lançamentos, em que eles mostravam a capa final e a sinopse.
Quando eu li a sinopse, não sabia do que se tratava, até por que somente por ali, não tem como você saber que se trata de um livro erótico.
Eu pensei em comprar online mesmo, por que conta, que é a história de uma estudante de literatura que ao entrevistar um jovem milionário se sente atraída pela beleza e pelo mistério que o envolve. A partir daí, Anastasia Steel, (a protagonista), se vê envolvida em um sensual e apaixonante caso de amor e terá que aprender a lidar com os segredos do amado.
OK. Pensei em comprar, mas não comprei. Ainda estava em época de lançamento e por isso muito caro.
E assim continuei lendo meus livros e ninguém falava de Cinquenta tons de cinza.
Um dia, fomos na Americanas para comprar chocolate, e eu fui até a seção de livros ver o que tinha de novidade.
Quando me deparei com CTC (Cinquenta tons de cinza), resolvi levar, mesmo custando 34,00.
Quando cheguei em casa, entrei no Youtube para ver o que falavam desse livro na Blogosfera, e assisti a muitas resenhas, em que a maioria das pessoas falavam muito mal desse livro.
Logo me arrependi da compra, e adiei o máximo que eu pude a leitura. Mas, quando uma colega de trabalho me disse que estava lendo o livro e amando, eu resolvi que era hora de encarar.
Em uma tarde em que fui almoçar na minha sogra, levei o livro e aproveitei a tarde livre para lê-lo.
Logo no começo, achei a leitura rasa e muito repetitiva. Me pareceu que a autora não possui um vocabulário muito extenso e precisa repetir algumas palavras por não saber utilizar outras.
Achei a linguagem infantil e muito pausada, quer dizer, a narrativa não era contínua e direta. Senti que a autora enrolava muito no que queria dizer, ao invés de fazê-lo logo.
Mas isso nem se compara a história. Anastasia possui uma colega de quarto que é formada em jornalismo e que marcou uma entrevista com o jovem bilionário mega lindo Cristian Grey. Só que ela pega um resfriado horrível e pede que Ana vá em seu lugar e retire o máximo de informações possíveis.
Como Ana tem um coração muito bom, ela aceita e vai no lugar da amiga entrevistar o rapaz.
Logo no começo do livro você já percebe que tanto a protagonista quanto os personagens secundários são MUITO parecidos com o pessoal de Crepúsculo e o tal do Cristian Grey é quase o Edward em pessoa.
Eu adoro o Edward e me senti mal quando soube que ele tinha sido copiado para um personagem tão nada a ver quanto o Sr.Grey.
A Anastasia Steel é tão idiota quanto a Bella, vive caindo, tropeçando, e se embaraça muito fácil, como a mocinha de Crepúsculo.
E claro que é linda, e não sabe disso, as pessoas precisam ficar lembrando-a o tempo inteiro.
Ela também tem um melhor amigo, que claro está apaixonado por ela , (Alô, Jacob?)
A própria E.L.James assumiu que se inspirou em Crepúsculo para fazer a trilogia.
Ela fez uma fan fic (que significa que fez uma história parecida com a que ela tanto ama), mas eu acho que ela poderia ter usado a imaginação para modificar algumas coisas.
Muitas pessoas me perguntam desse livro, e quando eu digo que eu não gostei, todo mundo me olha com cara de paisagem e diz: "Nossa, mas todo mundo me fala que amou esse livro."
Eu não.
Eu já não gosto desse gênero. Nem sou muito fã de romance. Prefiro um bom suspense.
Mas não foi nem por isso que não gostei, eu já fui com as expectativas lá embaixo, e quando comecei a leitura me arrependi de ter comprado.
Tudo bem que é um romance erótico e tudo bem que foi o primeiro livro dela, mas acho que tudo aconteceu muito rápido.
Todo mundo sabe que essa história é sobre uma virgem que conhece os prazeres do sexo com um sadomasoquista, mas para uma virgem, ela é muito assanhada e para um sadomasoquista , que coleciona escravas sexuais, ele é muito compreensivo.
Se eu pudesse, retiraria todos os exemplares desse livro das livrarias, por que é uma pena que as pessoas estejam perdendo tempo com uma coisa ridícula e que não acrescenta em nada na vida.
Se você gosta de ler bobagens para passar o tempo e se desligar um pouco da correria do dia-a-dia, que leia bobagens, mas bobagens com algum conteúdo lógico, coisa que não existe em Cinquenta tons de Cinza.

Motivos para evitar esse livro:
1- Ele é lotado de mimimis
2- A autora escreve muito mal.
3- Não acrescenta nada na sua vida.
4- A personagem principal fica o livro inteiro conversando com sua DEUSA INTERIOR, pois é.
5- A garota não pode nem morder o lábio, por que se não, o tal do Grey se excita todo. E ela morde o lábio, tipo, o tempo inteiro.

Fatos que você terá que lidar:
1- Não existe um Cristian Grey.
2- Os sadomasoquistas não são tão compreensivos e tão bonzinhos com suas escravas sexuais.
3- Virgens não tem orgasmos múltiplos na sua primeira vez.
4- Escravas sexuais não podem alterar o contrato que fazem com o seu "súdito"

Depois de tudo isso, te aconselho a não comprá-lo, mas eu sei, que a maioria das pessoas vai fazê-lo por pura e simples curiosidade.
E o engraçado é que existem tantos romances de banca, bem escritos, com o mesmo plot, que não viram febre como esse "livro" virou.
Obviamente, não vou ler o resto da trilogia, e meu exemplar de CTC está intacto. Coloquei para troca no Skoob, se alguém se interessar é só me mandar uma mensagem.
Espero não ter ofendido ninguém com essa minha resenha feroz rs, mas sou intensa assim mesmo.
Vou deixar o link do meu Skoob e o meu canal no Youtube para quem quiser acompanhar mais resenhas literárias.
Muito obrigada pela sua visita,
Amanda Penna =]

Canal no Youtube: http://www.youtube.com/user/mandygpenna?feature=mhee
Meu Skoob: http://www.skoob.com.br/usuario/735807

23 Mulheres e algum homem rs?:

Cabelo-Afro (Sônia) disse...

Eu estava curiosa para ler esse livro, falaram muito bem dele em poucas palavras. Depois da sua opinião percebo que não é o tipo de leitura que eu gosto.

Parabéns, excelente postagem!

Anônimo disse...

Nossa agora ficou complicado (risos) li várias resenhas e encontrei opiniões divididas, umas amam e outras odeiam. É, vou ter que ler pra saber, fiquei curiosa.

Abraços

camila disse...

Oi Flor, eu estou adiando esta leitura tb, muitas amigas vem e me diz para eu pegar o livro na prateleira e ler hehe Mais ainda não fiz isso..
Gostei da resenha sincera!

Seu blog é lindo!!

beijos mila
http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

Marcela Lins disse...

Olá

Eu sou daquelas que lê livros indicados e as vezes me dou a oportunidade de ler os mais famosos e vendidos pra entender o motivo do sucesso, fiz isso com querido john de nicolas sparks e esse cinquenta tons de cinza, mas nenhum deles me agradou, esperava mais deles, esperava que eles me conquistassem como conquistou outras pessoas, mas nao aconteceu.

Penso hoje que o livro cinquenta tons de cinza nao foi bom pra mim realmente, falam que foi mal traduzido tambem, nao sei, acredito tambem que as pessoas gostam dos livros que lhe acrescentem algo, que preencha alguma coisa, talvez alguns gostaram porque preencheu algo nelas, portanto pensando assim nao foi uma leitura inutil pra elas, mas no meu caso nao foi, nem no seu pelo que vejo.

Não consegui ler outros livros da trilogia, achei cansativo tanto sexo por nada como se na vida nao existisse outros afazeres e interesses, por isso parei ja no primeiro livro e troquei ele e os outros no skoob, vi que nao curto este tipo de livro e nao lerei de novo outros da mesma linha nem da mesma autora.

Enfim, quero dizer que temos tantos livros disponiveis pra ler que não precisamos mais perder tempo se nao gostamos, do mesmo modo penso que podemos dar uma chance pra ver se o livro nos surpreende, pra ver se realmente acrescenta algo ou não, independente de criticas e elogios sobre ele, não é um tempo perdido quando nao gostamos, é um tempo aproveitado pra conhecer algo e só de conhecer ja valeu a pena.

É isso, um abraço

Anny Costa disse...

Olá, vim retribuir a visita, e fiquei por aqui!
Acho uma vergonha, mas não gosto de ler...
Nunca me interessei por esse livro, e olha que ele é super famoso. E agora que vc disse que é cheio de "mimimis", kkk, que não vou ler mesmo.

http://ansiedadefeminina.blogspot.com.br/

Debora Moura disse...

Eu comecei a ler esse livro porque via muita gente falando mal e outras falando bem, tive incentivo dos dois lados, inclusive de adolescentes.
Tive a mesma impressão que você quanto ao vocabulário pobre e muita enrolação. Claro que ele não é o livro que indico para leitura, ele é ruim e fiquei assustada quando vi que adolescentes estavam lendo.
Mas li os 3 (quando começo vou até o fim) porque eu precisava encontrar a parte boa da história de amor entre os dois, não encontrei kk (mas no 3º livro tem menos sexo).

Mariana Guimarães disse...

Parabéns pela resenha... Estava curiosa para ler esse livro mas não vale apena ler um livro mal esrito, cheio de mimimi e ainda por cima com uma personagem principal chata.

beijos da Mari
http://amostradelivros.blogspot.com.br/

bruna santos disse...

eu amei olivro,e q nao existe christian grey sim isso e verdade,e o fato de ele ter tanta compreensao para com a ana foi o fato d q ele sew apaixonou por ele e as outras eram so submissas mesmo era o q elas queriam,diferente d ana q o amou e lhe disse o q esperava da relaçao quando foi embora,ate q grey vai atras dela e finalmente da o q ela quer.estou lendo cinquenta tons mais escuroa,ainda nao terminei a trilogia e sim falta mais dialogo e palavras no texto mais mesmo assim amei.opniao e opniao e devemos respeitar todas.ha quem ama o livro e ha quem odeia tambem,nada e amado por todos essa e a realidade.

Erika Nasch disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erika Nasch disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erika Nasch disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erika Nasch disse...

Amanda, mesmo sem ter lido o livro já concordo com tudo que vc falou aí...rs.. desde a primeira vez que ouvi falar nesse livro, quando soube do que se tratava, já sabia que não iria querer perder meu tempo em lê-lo.

Talvez ele tenha sido escrito para o mesmo público do "Crepúsculo". E decididamente não é o tipo de história que me atrai.

Como vc mencionou (e muito bem por sinal), prefiro filmes e livros que me acrescentem alguma coisa... será que tô ficando velha? kkkkkkkkkk

Um adendo: Acho que vc e a Narinha deveriam escrever um livro...é sério, vcs escrevem muito bem, e eu sou admiradora dos textos de vcs!

PS: desculpe os comentários removidos, mas deu uma pane aqui na minha net e eu enviei 3 comentários, pq achei que não tinha sido publicado, aí na terceira vez resolvi apagá-los.

E preciso dizer que amei a sua resenha?
bjãoooo
| www.clubedocabeloecia.com.br |

Amanda Penna disse...

Sim Bruna, concordo com você e o seu comentário.Mas como eu citei aí no título, essa é a minha opinião sobre o livro, e se eu pudesse excluir um livro da humanidade, com certeza seria 50 tons de qualquer coisa.
Beijo e obrigada pelo comentário.

Amanda Penna disse...

Erika, muito obrigada mesmo pelo carinho e atenção a resenha.
Esse livro foi muito decepcionante para mim e mais decepcionante ainda, é saber que as pessoas gostam dele rs
Volte sempre a comentar aqui no blog.
Beijão

Lucy Viana disse...

Amigaaa, definitivamente a sua narração me fez querer ficar bem longe desse livro, e olha que estava como você, super empolgada pra ler... depois dessa, e de saber desses mimimis, e autora vazia que só excita seus personagens... Daí eu fico com aqueles livrinhos Julia hahahahahaha, é da sua época amiga? Estes são todos assim, eróticos, as moçinhas, os bandidos, as traiões... hahahaha

Amei seu post!
Vou indicar pra todas que me perguntarem desse livro!

Beijos

Fefa Pimenta disse...

Olha Amanda, definitivamente não li o livro, mas sua resenha só confirma que eu estava certa que não ia gostar. A sinopse não me atraiu e eu sempre desconfio de livros que explodem na mídia de forma arrebatadora como esse, sabe a ideia de uma história midiática rasa? ao que parece é isso, pq falar de sexo sempre é um atrativo barato para chamar leitores. Beijos!

Nara Carvalho disse...

Obrigada todas pela visita e pelo carinho.


Espero que venham mais vezes.

E Erika Nash kkk um segredo tá, rs quando mais nova cheguei a escrever umas coisinhas mas deixei. Obrigada minha flor

Anônimo disse...

O livro é excelente!!! Para as mal amadas, prestem atenção na história. Christian Grey não existe, mas existem homens com perfil para lá de melhor do que ele, meu marido por exemplo. Mas é meu!!!!! babem!!!!!!!!!!!!!!

Nara Carvalho disse...

Seu marido é um pra lá de um personagem Christian Grey que maravilha hein rs, agora bem que você poderia ser como a Anastasia e respeitar opiniões.

Mesmo assim obrigada pela visita.

Somos amadas por Deus
Fique bem.

Julia Bonfim dos Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Falar que um livro é ruim é complicado... Talvez colocá-lo como uma leitura que não te agradou ficaria melhor... Tb li o livro, tb não é uma leitura que me agrade, mas me fez dar algumas risadas... Acho que o fato de ter agradado tantas mulheres, pq é facilmente identificado como uma leitura para mulheres, faz dele um livro bom... A linguagem fácil, e a história de uma mulher comum e um homem quase perfeito é oq faz as mulheres viajarem e gostarem da história. Dizer que ele não acrescenta em nada, ele levou milhares de mulheres a ler e gostarem, com certeza o livro proporcionou a elas algo mais... O fato de ser o primeiro livro da escritora não diz nada, pois ela cativou o público que ela queria e o mais importante, ela fez mais sucesso que muitos escritores que eu julgo excelentes. E sem falar que o fato de ser um romance torna a história uma fantasia que não precisa ser 100% idêntica a realidade, bem por isso levou as mulheres a idealizarem o Christian Grey delas... Respeito sua opinião, mas temos que entender que esse é um tipo de leitura que faz as pessoas sonharem, e talvez por instantes entrarem nesse mundo. Pode ser que não acrescente nada na sua vida, mas difícil dizer oq ele pode fazer nos outros...

Anônimo disse...

O simples fato dele me fazer sonhar ja valeu a pena... acredito terem outras coisas muito interessantes no livro que talvez vc nao tenha captado.... eu particularmente amei os livros e li os tres em uma semana... respeito muito sua opiniao e concordo em alguns pontos... mas gostei muito de sentir o que senti quando os li...

Rose Oliveira disse...

Estou de acordo ...faço das suas palavras as minhas. Odiei também. A primeira coisa que pensei também foi: "Outra Bella??" Não curto mulheres desse tipo...me irritam demais, seja em livro ou filme. Não recomendo essa leitura também!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...